Explore Pai, Lord, and more!

Contudo, Senhor, tu és o nosso Pai.    Nós somos o barro; tu és o oleiro.   Todos nós somos obra das tuas mãos.      Isaías 64:8     Bom...

Para direita, para esquerda, na minha frente e para trás.

UM PINTOR PARAENSE    Manoel Costa nasceu como pintor no batismo dos igarapés do Pará, filho de pai canoeiro, criança de olho nas paisagens ...

UM PINTOR PARAENSE Manoel Costa nasceu como pintor no batismo dos igarapés do Pará, filho de pai canoeiro, criança de olho nas paisagens ...

UM PINTOR PARAENSE    Manoel Costa nasceu como pintor no batismo dos igarapés do Pará, filho de pai canoeiro, criança de olho nas paisagens ...

UM PINTOR PARAENSE Manoel Costa nasceu como pintor no batismo dos igarapés do Pará, filho de pai canoeiro, criança de olho nas paisagens ...

Morando há dois anos em São Paulo, a paraense @brunenha começou a desenhar na infância, incentivada pelo seu pai. Formou-se em Comunicação – Propaganda na Universidade Federal do Pará e direcionou seus estudos para direção de arte e design, aperfeiçoando a prática do desenho. Em 2011, começou a trabalhar com estamparia.  Gosta muito de misturar técnicas de desenho e de utilizar caneta nanquim e afins. Além de, também gostar de lápis de cor, aquarela e guache.

Morando há dois anos em São Paulo, a paraense @brunenha começou a desenhar na infância, incentivada pelo seu pai. Formou-se em Comunicação – Propaganda na Universidade Federal do Pará e direcionou seus estudos para direção de arte e design, aperfeiçoando a prática do desenho. Em 2011, começou a trabalhar com estamparia. Gosta muito de misturar técnicas de desenho e de utilizar caneta nanquim e afins. Além de, também gostar de lápis de cor, aquarela e guache.

Morando há dois anos em São Paulo, a paraense @brunenha começou a desenhar na infância, incentivada pelo seu pai. Formou-se em Comunicação – Propaganda na Universidade Federal do Pará e direcionou seus estudos para direção de arte e design, aperfeiçoando a prática do desenho. Em 2011, começou a trabalhar com estamparia.  Gosta muito de misturar técnicas de desenho e de utilizar caneta nanquim e afins. Além de, também gostar de lápis de cor, aquarela e guache.

Morando há dois anos em São Paulo, a paraense @brunenha começou a desenhar na infância, incentivada pelo seu pai. Formou-se em Comunicação – Propaganda na Universidade Federal do Pará e direcionou seus estudos para direção de arte e design, aperfeiçoando a prática do desenho. Em 2011, começou a trabalhar com estamparia. Gosta muito de misturar técnicas de desenho e de utilizar caneta nanquim e afins. Além de, também gostar de lápis de cor, aquarela e guache.

Morando há dois anos em São Paulo, a paraense @brunenha começou a desenhar na infância, incentivada pelo seu pai. Formou-se em Comunicação – Propaganda na Universidade Federal do Pará e direcionou seus estudos para direção de arte e design, aperfeiçoando a prática do desenho. Em 2011, começou a trabalhar com estamparia.  Gosta muito de misturar técnicas de desenho e de utilizar caneta nanquim e afins. Além de, também gostar de lápis de cor, aquarela e guache.

Morando há dois anos em São Paulo, a paraense @brunenha começou a desenhar na infância, incentivada pelo seu pai. Formou-se em Comunicação – Propaganda na Universidade Federal do Pará e direcionou seus estudos para direção de arte e design, aperfeiçoando a prática do desenho. Em 2011, começou a trabalhar com estamparia. Gosta muito de misturar técnicas de desenho e de utilizar caneta nanquim e afins. Além de, também gostar de lápis de cor, aquarela e guache.

Morando há dois anos em São Paulo, a paraense @brunenha começou a desenhar na infância, incentivada pelo seu pai. Formou-se em Comunicação – Propaganda na Universidade Federal do Pará e direcionou seus estudos para direção de arte e design, aperfeiçoando a prática do desenho. Em 2011, começou a trabalhar com estamparia.  Gosta muito de misturar técnicas de desenho e de utilizar caneta nanquim e afins. Além de, também gostar de lápis de cor, aquarela e guache.

Morando há dois anos em São Paulo, a paraense @brunenha começou a desenhar na infância, incentivada pelo seu pai. Formou-se em Comunicação – Propaganda na Universidade Federal do Pará e direcionou seus estudos para direção de arte e design, aperfeiçoando a prática do desenho. Em 2011, começou a trabalhar com estamparia. Gosta muito de misturar técnicas de desenho e de utilizar caneta nanquim e afins. Além de, também gostar de lápis de cor, aquarela e guache.

Morando há dois anos em São Paulo, a paraense @brunenha começou a desenhar na infância, incentivada pelo seu pai. Formou-se em Comunicação – Propaganda na Universidade Federal do Pará e direcionou seus estudos para direção de arte e design, aperfeiçoando a prática do desenho. Em 2011, começou a trabalhar com estamparia.  Gosta muito de misturar técnicas de desenho e de utilizar caneta nanquim e afins. Além de, também gostar de lápis de cor, aquarela e guache.

Morando há dois anos em São Paulo, a paraense @brunenha começou a desenhar na infância, incentivada pelo seu pai. Formou-se em Comunicação – Propaganda na Universidade Federal do Pará e direcionou seus estudos para direção de arte e design, aperfeiçoando a prática do desenho. Em 2011, começou a trabalhar com estamparia. Gosta muito de misturar técnicas de desenho e de utilizar caneta nanquim e afins. Além de, também gostar de lápis de cor, aquarela e guache.

Morando há dois anos em São Paulo, a paraense @brunenha começou a desenhar na infância, incentivada pelo seu pai. Formou-se em Comunicação – Propaganda na Universidade Federal do Pará e direcionou seus estudos para direção de arte e design, aperfeiçoando a prática do desenho. Em 2011, começou a trabalhar com estamparia.  Gosta muito de misturar técnicas de desenho e de utilizar caneta nanquim e afins. Além de, também gostar de lápis de cor, aquarela e guache.

Morando há dois anos em São Paulo, a paraense @brunenha começou a desenhar na infância, incentivada pelo seu pai. Formou-se em Comunicação – Propaganda na Universidade Federal do Pará e direcionou seus estudos para direção de arte e design, aperfeiçoando a prática do desenho. Em 2011, começou a trabalhar com estamparia. Gosta muito de misturar técnicas de desenho e de utilizar caneta nanquim e afins. Além de, também gostar de lápis de cor, aquarela e guache.

Morando há dois anos em São Paulo, a paraense @brunenha começou a desenhar na infância, incentivada pelo seu pai. Formou-se em Comunicação – Propaganda na Universidade Federal do Pará e direcionou seus estudos para direção de arte e design, aperfeiçoando a prática do desenho. Em 2011, começou a trabalhar com estamparia.  Gosta muito de misturar técnicas de desenho e de utilizar caneta nanquim e afins. Além de, também gostar de lápis de cor, aquarela e guache.

Morando há dois anos em São Paulo, a paraense @brunenha começou a desenhar na infância, incentivada pelo seu pai. Formou-se em Comunicação – Propaganda na Universidade Federal do Pará e direcionou seus estudos para direção de arte e design, aperfeiçoando a prática do desenho. Em 2011, começou a trabalhar com estamparia. Gosta muito de misturar técnicas de desenho e de utilizar caneta nanquim e afins. Além de, também gostar de lápis de cor, aquarela e guache.

Morando há dois anos em São Paulo, a paraense @brunenha começou a desenhar na infância, incentivada pelo seu pai. Formou-se em Comunicação – Propaganda na Universidade Federal do Pará e direcionou seus estudos para direção de arte e design, aperfeiçoando a prática do desenho. Em 2011, começou a trabalhar com estamparia.  Gosta muito de misturar técnicas de desenho e de utilizar caneta nanquim e afins. Além de, também gostar de lápis de cor, aquarela e guache.

Morando há dois anos em São Paulo, a paraense @brunenha começou a desenhar na infância, incentivada pelo seu pai. Formou-se em Comunicação – Propaganda na Universidade Federal do Pará e direcionou seus estudos para direção de arte e design, aperfeiçoando a prática do desenho. Em 2011, começou a trabalhar com estamparia. Gosta muito de misturar técnicas de desenho e de utilizar caneta nanquim e afins. Além de, também gostar de lápis de cor, aquarela e guache.

Morando há dois anos em São Paulo, a paraense @brunenha começou a desenhar na infância, incentivada pelo seu pai. Formou-se em Comunicação – Propaganda na Universidade Federal do Pará e direcionou seus estudos para direção de arte e design, aperfeiçoando a prática do desenho. Em 2011, começou a trabalhar com estamparia.  Gosta muito de misturar técnicas de desenho e de utilizar caneta nanquim e afins. Além de, também gostar de lápis de cor, aquarela e guache.

Morando há dois anos em São Paulo, a paraense @brunenha começou a desenhar na infância, incentivada pelo seu pai. Formou-se em Comunicação – Propaganda na Universidade Federal do Pará e direcionou seus estudos para direção de arte e design, aperfeiçoando a prática do desenho. Em 2011, começou a trabalhar com estamparia. Gosta muito de misturar técnicas de desenho e de utilizar caneta nanquim e afins. Além de, também gostar de lápis de cor, aquarela e guache.

Você vai ao Festival Ver-o Peso da Cozinha Paraense, o maior evento de gastronomia do norte do país? Aproveite e visita a exposição de fotografias "Comida Nossa"

Você vai ao Festival Ver-o Peso da Cozinha Paraense, o maior evento de gastronomia do norte do país? Aproveite e visita a exposição de fotografias "Comida Nossa"

400 anos de Belém: 14 coisas para conhecer e amar a capital do Pará

#Belém400anos: 14 coisas para conhecer e amar a capital do Pará

400 anos de Belém: 14 coisas para conhecer e amar a capital do Pará

Brega e Tecnobrega paraense: uma viagem “pai d'égua” em 40 músicas – PapodeHomem

Brega e Tecnobrega paraense: uma viagem “pai d'égua” em 40 músicas – PapodeHomem

Pinterest
Search